Dicas Tutoriais

Guia prático de como trabalhar com materiais no V-ray

11 de Fevereiro de 2016

Oi pessoas! Tudo bem com vocês?! Bem, agora que o nosso maravilhoso feriado acabou, está na hora de voltar à ativa e começar a aprender de verdade a usar o V-ray para o Sketchup. Hoje eu vou compartilhar com vocês algumas configurações de materiais a serem utilizadas no V-ray. Então se você está um pouco perdido sobre como trabalhar com materiais ou simplesmente quer aprender melhor como fazer isto, esse post é para você! Lembrando que eu já lancei aqui no blog um guia prático para quem está iniciando no V-ray, então se você ainda não deu uma lida, corre lá e dá uma olhada!

Pois bem, indo ao que interessa, abaixo eu compartilho com vocês 26 configurações de materiais para se trabalhar no V-ray para Sketchup:

Alvenaria pintada

Acabamento: Parede de alvenaria, massa acrílica, brilhante. Para o Difuse Map, utilizar duas cores (uma para a cor base e outra com um tom mais escuro). Utilizar size 0,015. No Reflection Map, utilizar Glossiness e Text Fresmel 0,5 e 0,5. Caso a pintura for fosca ou brilhante, ajustar os valores do Glossiness.

 

Alvenaria pintada com textura

Acabamento: Parede de alvenaria, reboco, pintura texturizada ou chapisco. Difuse Map: Carregar o Bitmap com a textura desejada, dimensionada para o tamanho do objeto. No Reflection Map utilizar o Text Fresnel e o Glossiness com 0,4. No Bump Map carregar o Bump da textura desejada e utilizar 10 de intensidade.

PS: Para fazer o Bump, basta editar a textura e colocá-la em escala de cinza. O ideal é ajustar os níveis no photoshop, mas colocar a imagem em escala de cinza também ajuda.

 

 

Tijolo aparente

Acabamento: Parede de tijolos ou parede que esteja imitando tijolo. Para o Difuse Map, carregar o Bitmap com a textura desejada. No Reflection Map utilizar Text Fresnel e Glossiness com 0,5 e 0,6. No Bump Map carregar Bitmap com o Bump da imagem desejada. Colocar intensidade 8.

 

 

Concreto aparente

Acabamento: Forma de madeira para concretagem, secagem do concreto, tirar as formas das paredes e envernizá-las. No Difuse Map carregar o bitmap com a textura desejada. No Reflection Map utilizar no Text Fresnel e no Glossiness 0,5 e 0,6. Carregar o Bitmap no Bump Map e colocar intensidade 10.

 

 

Azulejos

Acabamento: Parede de alvenaria com revestimento e rejunte. Carregar o Bitmap com a textura no Difuse Map. No Reflection Map utilizar para o Text Fresnel e o Glossiness 0,8 e 0,7. No Bump Map carregar o Bitmap com a texura desejada e colocar intensidade 10.

 

 

Madeira de demolição

Acabamento: Revestimento de madeira. Carregar o bitmap com a textura desejada no Difuse Map. No Reflection Map utilizar Text Fresnel e Glossiness com 0,6. No Bump Map carregar o Bump da textura desejada. Colocar intensidade 5. Para criar um piso de madeira, tirar o Bump.

 

 

Porcelanatos

Acabamento: Laje, contra piso, revestimento. Carregar o bitmap com a textura desejada no Difuse Map. No Reflection Map utilizar Text Fresnel e Glossiness com 0,7 e 0,9.  Para porcelanato fosco, mudar os valores para 0.7 e 0.3

 

Piso de área externa (blokrete, drenante, ladrilho hidráulico, etc)

Acabamento: Terra, areia e piso assentado.  Carregar o bitmap com a textura desejada no Difuse Map. No Reflection Map utilizar Text Fresnel e Glossiness com 0,5. No Bump Map carregar o bump com a textura desejada. Utilizar intensidade 4.

 

 

Asfalto

Acabamento: Pedras, pó de pedra, concreto asfáltico, terra compactada. Carregar o bitmap com a textura desejada no Difuse Map. No Reflection Map utilizar Text Fresnel e Glossiness com 0,4 e 0,5. Carregar o Bitmap no Bump Map com a textura desejada. Colocar intensidade 5.

 

 

Grama

Acabamento: terra e grama. Carregar o bitmap com a textura desejada no Difuse Map. Carregar o Bitmap no Bump Map com a textura desejada. Colocar intensidade 5.

 

Tapete peludo

Acabamento: terra e grama. Carregar o bitmap com a textura desejada no Difuse Map. Carregar o Bitmap no Bump Map com a textura desejada. Colocar intensidade 3.

 

 

Tecidos

Acabamento: terra e grama. Carregar o bitmap com a textura desejada no Difuse Map. Carregar o bitmap com a textura desejada no Difuse Map. No Reflection Map utilizar Text Fresnel e Glossiness com 0,7 e 0,9.  Carregar o Bitmap no Bump Map com a textura desejada. Colocar intensidade 0,5. Ajustar os valores do Reflection e do Bump de acordo com o tipo de tecido.

 

 

Vidro

No Difuse, colocar a cor do vidro sem textura. No Transparency ir em Map e colocar o Text Color branco transparente e preto opaco. Ajustar as cores de acordo com a necessidade. No Reflection Map utilizar no Text Fresnel e no Glossiness 1,0. Para o vidro jateado, adicionar Refraction com Glossiness 0,5.

 

NESSE POST você pode ver como são os ajustes para o vidro no V-ray!

 

Acrílico

No Difuse, colocar a cor do acrílico sem textura. No Transparency ir em Map e colocar o Text Color branco transparente e preto opaco. Ajustar as cores de acordo com a necessidade. No Reflection Map utilizar no Text Fresnel e no Glossiness 0,8 e 0,9. No Refraction ir em Glossiness e colocar 1,0.

 

 

Água parada

No Difuse, colocar cor preta sem mapa. No Transparency ir em Map e colocar o Text Color branco transparente e preto opaco. Ajustar as cores de acordo com a necessidade. No Reflection Map utilizar no Text Fresnel e no Glossiness 1,0.

 

Água em movimento

No Difuse, colocar cor preta sem mapa. No Transparency ir em Map e colocar o Text Color branco transparente e preto opaco. Ajustar as cores de acordo com a necessidade. No Reflection Map utilizar no Text Fresnel e no Glossiness 1,0. No Bump Map ir em Text Noise e utilizar das cores, preto e branco. Colocar Size 10 e intensidade 14.

 

 

Marmores e granitos

Carregar o bitmap com a textura desejada no Difuse Map. Carregar o bitmap com a textura desejada no Difuse Map. No Reflection Map utilizar Text Fresnel e Glossiness com 0,7 e 0,9. Se a pedra tiver textura / relevo, utilizar o Bump Map. Se ela for fosca, mudar o valor do Glossiness.

 

 

Espelho

Utilizar qualquer cor no Difuse. Não colocar mapa no Reflection. No Glossness utilizar 1,0 e 1,0.

 

 

Plastico

No Difuse, colocar do plástico sem mapa. No Reflection Map utilizar no Text Fresnel e no Glossiness 0,8 e 0,7. Para plástico fosco, mudar glossiness para 0.5.

 

 

Laca

No Difuse, colocar cor da laca sem mapa.  No Reflection Map utilizar no Text Fresnel e no Glossiness 0,5 e 0,9. Para fazer fosca, mudar glossiness para 0.5.

 

 

Louça

No Difuse, colocar cor da louça sem mapa.  No Reflection Map utilizar no Text Fresnel e no Glossiness 0,6 e 0,9.

 

Metal espelhado

No Difuse, colocar qualquer cor.  No Reflection Map utilizar no Text Fresnel e no Glossiness 1,0 e 0,9. Para mudar a cor, mudar a cor do Difuse para diferentes tons de cinza. Para fazer cobre, mudar a cor do Reflection e do Difuse para laranja e ajustar de acordo com a cor do cobre.

 

 

Metal colorido

No Difuse, colocar cor do metal sem mapa.  No Reflection Map utilizar no Text Fresnel e no Glossiness 0.5 e 1.0. Para fazer fosco, mudar glossiness para 0.8 e 0.5

 

 

Metal escovado

No Difuse Map, carregar o Bitmap da textura do inox.  No Reflection Map utilizar no Text Fresnel e no Glossiness 0.9 e 0.8.

 

 

Grades

No Difuse Map, carregar o Bitmap da textura da grade, sem fundo (em png). No Transparency ir em Map e colocar o Text Color branco. MAPS Background: Map: Bitmap com o Alfa (branco = vazado).

 

 

Vegetação

No Difuse Map, carregar o Bitmap da textura da folha, sem fundo (em png). Transparency Map colocar Bitmap com o Alfa (branco = vazado). No Map ir em Background: Map ->  Bitmap com o Alfa (branco = vazado).

 

PS. Este post foi atualizado em 6 de outubro de 2016. Todas as suas imagens foram feitas pela administradora deste blog e todas as configurações aqui descritas foram testadas pela mesma no V-ray antes que pudessem ser publicadas neste post.

 

E então, o que acharam dessa lista de configurações para materiais no V-ray? Se você gostou clica aqui em baixo em curtir que eu vou fazer mais posts de guias práticos aqui no blog! Lembrando como sempre que se você é novo por aqui, fique à vontade para dar uma olhada nos outros tutoriais aqui no blog e não esquece de dar uma passadinha lá no canal para conferir também os vídeos novos que estão rolando por lá!

É isso pessoal! Eu espero que vocês tenham gostado!

Abraços e até a próxima!

Marina 🙂

 


You Might Also Like...

39 Comments

  • Reply
    Ênio Alexandre
    13 de Março de 2016 at 01:10

    Excelente post!!!!
    Você trabalhou muito para chegar nesse nível de aprendizado.
    Obrigado por compartilhar seu conhecimento conosco!
    Ênio Alexandre
    Criciuma-Sc

    • Reply
      Marina Araújo
      16 de Março de 2016 at 23:09

      De nada Ênio!
      Abraços!
      Marina

  • Reply
    Clarissa
    22 de Maio de 2016 at 00:07

    Oi Marina,
    cheguei aqui através do link que você colocou no faubonacci.
    Nossa! adorei o conteúdo do blog! Vou perder algumas horas por aqui, rsrs!
    Parabéns e obrigada por compartilhar com a gente! 🙂

    • Reply
      Marina Araújo
      22 de Maio de 2016 at 23:41

      De nada Clarissa! Seja bem-vinda!
      Bjuss,
      Marina 🙂

  • Reply
    Mateus
    11 de junho de 2016 at 07:26

    ola Marina adorei o post, mas essas configurações eu insiro na layer BRDF ou crio layer de reflection e refraction?

    • Reply
      Marina Araújo
      14 de junho de 2016 at 16:58

      Oi Mateus! Você cria os layers!
      Abs!
      Marina 🙂

  • Reply
    Juliana
    19 de junho de 2016 at 16:17

    Marina muito obrigada por compartilhar seu conhecimento! Com certeza você esta ajudando muitas pessoas a conquistar bons resultados.

    Muito sucesso pra você!

    • Reply
      Marina Araújo
      20 de junho de 2016 at 00:47

      De nada Juliana! Obrigada pelo apoio!!
      Bjuss
      Marina

  • Reply
    Luan Cesar
    30 de agosto de 2016 at 20:00

    Meu adorei o artigo muito obrigado por compartilhar seu conhecimento. Abraço

    • Reply
      Marina Araújo
      31 de agosto de 2016 at 17:19

      De nada Luan!
      Abs,
      Marina

  • Reply
    Iury Chieregatto
    1 de setembro de 2016 at 03:53

    Adorei o blog. Prático, direto e super didático. Um máximo.
    Meus parabéns! 🙂
    Um dúvida: como crio as imagens “BUMP” ?
    Grande abraço!
    😉

    • Reply
      Marina Araújo
      2 de setembro de 2016 at 01:53

      Valeu Iury!
      Para criar as imagens em bump, você só precisa pegar a imagem da textura e tirar a saturação dela, ou seja, deixar ela em preto-e-branco. Você pode fazer isso no photoshop ou em qualquer outro programa de edição de imagens!
      Abs,

      Marina 🙂

  • Reply
    Joelson
    20 de setembro de 2016 at 20:45

    Orientacao perfeita, Muito Obrigado Mari

  • Reply
    Bianca
    8 de outubro de 2016 at 14:46

    Acabei encontrando seu blog quando procurava cursos de Photoshop voltados para arquitetura aqui em Sp, ainda não encontrei, mas achei muito bom seu conteúdo e orientações, tanto para V-ray quanto para Photoshop. Parabéns e obrigada por compartilhar!

  • Reply
    Bruna
    10 de novembro de 2016 at 17:10

    Maravilhoso este post!!! Parabéns!!! Só uma duvida… quando voce diz “reflection map”, voce criou o layer reflection né? Beijos

    • Reply
      Marina Araújo
      11 de novembro de 2016 at 14:50

      Sim, sim!!
      Abs,
      Marina 🙂

  • Reply
    Marina Fernandes
    21 de novembro de 2016 at 18:09

    Oi xará, que blog incrível. Obrigada pelas dicas, sucesso!!

    • Reply
      Marina Araújo
      23 de novembro de 2016 at 11:49

      Valeu xará! 😀
      Bjuss

  • Reply
    Tabatha
    21 de dezembro de 2016 at 00:33

    Oi Marina, tudo bem?
    Eu não compreendi muito bem a parte da alvenaria pintada.
    A parte onde diz colocar uma cor mais escura e outra mais clara.

    obrigada

    • Reply
      Marina Araújo
      27 de dezembro de 2016 at 00:41

      Oi Tabatha! Vc deve colocar no difuse map dois tons (um mais claro e outro mais escuro) caso vc queira colocar duas cores. Se você colocar tudo igual, as cores não serão diferenciadas!
      Abs,
      Marina 🙂

  • Reply
    Italo
    3 de Janeiro de 2017 at 11:28

    Marina, obrigado por esse post. Mesmo!
    Ajudou muito a entender como funciona o Bump.

    Uma dúvida: Algumas pessoas indicam o Displacement ao invés do Bump para fazer o gramado. Qual a função do Displacement? No caso da grama ele causa outro efeito ou é apenas questão de gosto?

    Mais uma vez obrigado e parabéns pelo site!

    • Reply
      Marina Araújo
      24 de Janeiro de 2017 at 12:30

      Oi Italo!
      Na verdade o bump pode ser usado para grama, mas para vc ter o resultado em 3d, dando a ilusão grama com “volume”, só usando o displacement.
      Mas isso também depende muito. Usar o displacement em uma textura muito grande para ter o aspecto de grama pode deixar o sketch beem pesado, às vezes é mais fácil colocar o bump e trabalhar as gramas no photoshop (bem, pelo menos eu faço isso, quem tem facilidade com o photoshop vai preferir isso também).
      Espero ter te ajudado!
      Abs!
      Marina

      • Reply
        Giovanne
        1 de Fevereiro de 2017 at 17:28

        Boa tarde! Para melhores resultados, é preferível a situação que a Marina colocou: trabalhar as gramas no photoshop. Porém, se quiser aprofundar, procure sobre “proxy vray sketchup”. Com proxy, você pode trabalhar com centenas, milhares e até mesmo milhões de polígonos em sua cena. Por exemplo, você modela alguns tufos de grama, textura e os deixa agrupado. Após isso, os transforma em proxy, e utiliza em toda sua cena. Para distribuir todo esse modelo em uma superfície, utiliza-se de ferramentas de “scatter”. Não vou me aprofundar no comentário, mas pesquise sobre: “proxy” e “scatter”, e terá mais à respeito. Lembrando que Proxy não seria utilizado somente para grama. Pode ser utilizado para criar um tapete felpudo, por exemplo. Abraços!

  • Reply
    Evelin
    14 de Janeiro de 2017 at 18:27

    adorei as dicas!!! Tentei fazer o tapete aqui mas não consegui 🙁 não ficou bom.. essa intensidade eu coloco no bump né?

    • Reply
      Marina Araújo
      24 de Janeiro de 2017 at 12:24

      Sim, mas vc pode tentar outros valores para chegar ao resultado que você precisa! 🙂
      Abs,
      Marina

  • Reply
    Livia
    26 de Janeiro de 2017 at 04:36

    Marina, quando voce fala map sao as layers que se pode abrir em cada material? Pq se for, nao to conseguindo achar a opcao de Text Fresnel e Glossiness e nem colocar imagem no Bump Map… To meio perdida, rs

    • Reply
      Marina Araújo
      1 de Fevereiro de 2017 at 02:24

      Eita, não, o map vc encontra clicando no “m” de materiais no V-ray (considerando q vc tem o v-ray instalado no seu sketch). É que assim, existem os materiais do v-ray e os materiais do sketch. Se você quiser renderizar legal, vai ter que criar esses materiais e aplicá-los no objeto, dessa forma ele substitui o material do sketch. Aí funciona. Mas basicamente vc cria eles clicando na aba de materiais do v-ray (o “M”).
      Espero ter te ajudado!
      Abs,
      Marina

  • Reply
    Beatriz Vasconcellos Goulart
    30 de Janeiro de 2017 at 21:05

    Marina, adorei suas informações, tão bom quando encontramos pessoas generosas como vc, que dispões de um tempo precioso para ajudar os outros!!Show!!!

    • Reply
      Marina Araújo
      1 de Fevereiro de 2017 at 02:21

      <3 <3 <3
      Bjuss,
      Marina

  • Reply
    Marcela
    10 de Fevereiro de 2017 at 01:34

    Nem acredito que achei isso!
    Obrigada mil vezes!!

  • Reply
    ana carolina
    12 de Fevereiro de 2017 at 18:10

    ei, Marina! estava fazendo umas pesquisas e acabei achando seu blog! <3
    voce pode me ajudar em uma duvida?
    existe diferença de configuração do vray para sketchup e 3dsmax?
    algum desses gera imagens com qualidade melhor que o outro?
    estou com muita duvida sobre qual usar para renderizar… rs

    Obrigada

    • Reply
      Marina Araújo
      16 de Fevereiro de 2017 at 22:09

      Eita, muda bastante! As configurações do V-ray no Max funcionam de uma maneira bem diferente do v-ray no sketch. O ideal é que se você for usar o v-ray no max, dê uma estudada no v-ray voltado só para o max, porque no sketch é tudo mais fácil..rs
      Bjuss

  • Reply
    Dani
    12 de Fevereiro de 2017 at 18:14

    Muito obrigada!!!!! Nem sei como agradecer por esse post. Tenho certeza de que vc ajuda muitas pessoas! Que Deus te abençoe!!!

  • Reply
    Alice
    23 de Fevereiro de 2017 at 17:12

    Bom dia Marina, muito obrigada pela disposição em nos dar tantas dicas! Uma dúvida. Quando tu comenta “No Transparency ir em Map e colocar o Text Color branco transparente e preto opaco”, só encontro um Map no Transparency, que está dentro do Diffuse. Eu teria que criar 2 cores diffuse (uma branco transparente e outra preto opaco)? Muiiito obrigada 🙂

  • Reply
    Thiago garcia
    11 de Março de 2017 at 15:57

    Que post maravilhoso.
    Super didático. Adorei.
    Parabens pelo trabalho

  • Reply
    rossana beck
    21 de Março de 2017 at 20:19

    Show!!

  • Reply
    Gustavo
    7 de junho de 2017 at 14:19

    Oi Marina, parabéns! Estou aprendendo a mexer com Vray, e seus tutoriais são ótimos.

  • Reply
    Sônia
    22 de setembro de 2017 at 20:36

    Adoro o efeito do porcelanato.

  • Reply
    Ana Flávia Soares
    30 de novembro de 2017 at 01:13

    nossa me ajudou muito, muito obrigada

Leave a Reply